Pão pita com babaganush

Pão pita com babaganush

 

Agora você também vai conseguir preparar um Pão Pita macio para criar sanduíches, acompanhar um prato de Homus ou fazer o que sua imaginação mandar!

Pão Pita (conhecido também como Pão Sírio ou Pita Bread) é um produto diferente do Pão Sírio encontrado aqui no Brasil. O Pão Pita é mais grosso, fofo, macio e úmido. O Pão Sírio é normalmente mais fino, seco e quebra fácil quando você o recheia com conteúdo úmido ou liquido. O Pão Pita consegue segurar saladas úmidas dentro dele. É por isso que as pessoas em Israel (árabes e judeus) o usam para Comida de Rua. Recheiam com saladas, bolinhos de falafel ou carne e saem andando e comendo, sem se preocupar se o Pita vai quebrar.

 

Falafel

Falafel, o processo completo

 

Essa receita demanda um pouquinho mais de experiência. Quem nunca preparou pães vai conseguir também chegar num bom resultado – não fique preocupada(o)! Se vocês seguirem as orientações, vocês também conseguirão preparar Pão Pita em casa. E melhor ainda: um pão muito melhor dos que são vendidos nos supermercados e lojas por aí.

Sério mesmo! Esse é um dos produtos em que o resultado do que vocês vão produzir em casa é superior às opções do que encontramos nos mercados. Então, vamos lá! 🙂

 

 

Receita completa do Pão Pita fofo, macio e gostoso

Rating 

Preparação: 

Cozimento: 

Tempo total: 

Serve: 8-10 unidades

Ingredientes
  • 500 g de farinha de trigo tipo 1 ou 2
  • 300 ml de água morninha + 25 ml para a preparação do fermento
  • 2 un de 15g de fermento biológico fresco
  • 1 colher de chá de sal refinado
  • 1 colher de mesa de açúcar orgânico ou demerara ou mascavo
  • 2 colheres de mesa de azeite
Instruções
  1. Preparação Da Massa
  2. Em uma tigela média, misture o fermento com o açúcar (melhor com batedor de claras).
  3. Misture bem e, aos poucos, você vai ver que se transformam em um caldo, bem líquido. Sério mesmo! O açúcar acorda o fermento e dá para ele um Bom dia 🙂
  4. Adicione a este caldo os 25 ml de água morna com um pouco (cerca de 25 g) de farinha. Deixe descansar.
  5. Coloque todo o restante da farinha e o sal na tigela da planetária e misture (se não tiver batedeira, pode fazer tudo na mão).
  6. Ligue o forno na potência máxima (250 graus). Se tiver Pedra Refratária, já coloque-a dentro.
  7. Misture os 250 ml de água com o azeite, adicione metade na tigela com farinha e comece a bater. Use velocidade baixa.
  8. Coloque a outra metade da água com azeite e todo o caldo do fermento.
  9. O tempo total do batimento da massa é de 10 minutos. Se a massa ficar muito grudenta ou pesada, corrija com mais água ou farinha.
  10. O resultado final será uma massa um pouquinho aguada (não fica como uma massa para pão), mas que você consegue mexer e trabalhar com ela nas suas mãos.
  11. Coloque azeite nas suas mãos, tire a massa da tigela, molde a massa em formato de bola e deixe descansar (dentro uma tigela untada com azeite, coberta com pano umido) por 1 h-1,5 h, ou até que a massa dobre de tamanho.

  12. Trabalhando com a Massa
  13. Divida a massa em 8-10 partes, com as mãos úmidas. Deixe ao seu lado um recipiente com água e umedeça suas mãos para ajudar a separar as partes da massa.
  14. Molde essas partes em bolinhos lisos, deixe-as sobre uma área enfarinhada, e em cima, pulverize azeite, para prevenir 2 coisas - 1. secagem. 2. que o filme de pvc grude nos bolinhos.
  15. Cubra os bolinhos com filme de pvc e deixe descansar por 10-15 min, até parecer que dobraram de tamanho.
  16. Abra cada bolinho como um disco. A altura de cada disco (de 3 mm até 2 cm) depende do tipo de pão que você deseja.
  17. Coloque, rapidamente, os pães dentro do forno. Cada lado vai demorar de 1 a 3 minutos para crescer e assar. Não deixe os pães sozinhos. Fique de olho neles e quando parecer que eles ficaram bons, vire-os e continue olhando.

  18. O final
  19. Tire os pães e coloque-os em um recipiente grande, já forrado com pano. As laterais do pano servirão para cobrir os pães, para eles não ressecarem.

Notas

  • Não deixe que o fermento entre em contato direto com o sal. Sempre misture bem o sal com a farinha, para prevenir o contato direto entre eles. O fermento não é um bom amigo do sal. O sal diminui a potência do fermento.
  • Experimente alturas e larguras diferentes dos pães. Experimente até encontrar sua proporção preferida.
  • Essa receita é um resumo das melhores técnicas que encontrei em várias leituras e pesquisas na internet e livros que, na minha opinião, criam o melhor pão.
  • Você pode congelar o pão e, depois, esquentar no microondas. Para isso,  envolva-o em 2 camadas de papel toalha. Coloque dentro um saco plástico e feche. Isso evita ressecamento e o pão vai ficar igual ao que você fez agora! Muito Gostoso!!! 🙂

© 2015 – 2017, Shlomi Asaf. Todos os direitos reservados.